terça-feira, 26 de janeiro de 2010

DESEJO






Desejo, primeiro, que você ame,
e que, amando, também seja amado.
E que se não for, seja breve em esquecer
e esquecendo não guarde mágoa.
Desejo, pois, que não seja assim,
mas se for, saiba ser sem desesperar.

Desejo também que você tenha amigos
que, mesmo maus e inconsequentes,
sejam corajosos e fiéis,
e que pelo menos em um deles
você possa confiar sem duvidar.

E porque a vida é assim,
desejo ainda que você tenha inimigos,
nem muitos, nem poucos,
mas na medida exata para que, algumas vezes,você se interpele a respeito
de suas próprias certezas.
E que, entre eles, haja pelo menos um que seja justo,
para que você não se sinta demasiado seguro.

Desejo, depois, que você seja útil,
mas não insubstituível.
E que nos maus momentos,
quando não restar mais nada,
essa utilidade seja suficiente para manter você de pé.

Desejo ainda que você seja tolerante,
não com os que erram pouco, porque isso é fácil,
mas com os que erram muito e irremediavelmente,
e que fazendo bom uso dessa tolerância,
você sirva de exemplo aos outros.

Desejo que você, sendo jovem,
não amadureça depressa demais,
e que, sendo maduro, não insista em rejuvenescer,
e que, sendo velho, não se dedique ao desespero.
Porque cada idade tem o seu prazer e a sua dor e
é preciso deixar que eles escorram por entre nós.

Desejo por sinal que você seja triste.
não o ano todo, mas apenas um dia.
Mas que nesse dia descubra
que o riso diário é bom,
o riso habitual é insosso
e o riso constante é insano.

Desejo que você descubra,
com a máxima urgëncia,
acima e a despeito de tudo, que existem oprimidos,
injustiçados e infelizes, e que estão à sua volta.

Desejo ainda que você afague um gato,
alimente um cuco e ouça o joão-de-barro
erguer triunfante o seu canto matinal,
porque, assim, você se sentirá bem por nada.

Desejo também que você plante uma semente,
por mais minúscula que seja,
e acompenhe o seu crescimento,
para que você saiba de quantas
muitas vidas é feita uma árvore.
Desejo, outrossim, que você tenha dinheiro,
porque é preciso ser prático.
E que pelo menos uma vez por ano
coloque um pouco dele
na sua frente e diga "isso é meu",
só para que fique bem claro quem é o dono de quem.

Desejo também que nenhum de seus afetos morra,
por ele e por você,
mas que se morrer, você possa chorar
sem se lamentar, sofrer e sem se culpar.

Desejo por fim que você, sendo um homem,
tenha uma boa mulher,
e que, sendo uma mulher,
tenha um bom homem
e que se amem hoje, amanhã e no dia seguinte,e quando estiverem exaustos e sorridentes,
ainda haja amor para recomeçar.
E se tudo isso acontecer,
não tenho mais a te desejar.

MUITAS VESES ,A UNICA COISA QUE NOS RESTA, QUANDO GOSTAMOS MUITO DE ALGUÉM É DESEJAR TUDO DE MELHOR QUE PUDERMOS A ESSA PESSOA!!!ENTÃO TO AQUI PRA DESEJAR TUDO DE MELHOR A CADA UM DOS MEUS AMIGOS BLOGUEIROS!
BJOSSSSS
E FIQUEM C/ DEUS





terça-feira, 19 de janeiro de 2010

Tempo de mudanças

 Por:
(*) Carlos Luquetti

Acredito que todos nós estamos sofrendo os efeitos da crise econômica mundial. Este fenômeno nos traz novos aprendizados, como por exemplo, lidar com as mudanças que ocorrem em nossas vidas.
Estas mudanças estão presentes em nosso processo existencial cada vez com maior freqüência e intensidade.
Esta nova condição gerada na crise é fruto de um mundo cada vez mais globalizado e, como conseqüência maior, as pessoas estão ficando cada vez mais intolerantes e menos apegadas a certos valores.
O consumismo às vezes, tende a se tornar uma válvula de escape diante de certas angústias.
Para a grande maioria, é extremamente difícil aceitar, encarar e participar do processo de mudanças, talvez, por se sentirem inseguras.
O estado de comodidade anterior também é um grande empecilho. É exatamente sobre este quadro momentâneo que queremos discorrer algumas palavras com intuito de incentivar cada leitor a melhor lidar com as mudanças que lhe ocorreram ou que ainda podem se manifestar.
As mudanças geralmente estão centradas na vida pessoal, profissional ou financeira, porém, devemos ter em mente que as mudanças ocorrerão com o nosso consentimento ou não, assim sendo, é melhor entendermos que podemos crescer e tirar proveito das mudanças.
O primeiro passo é fazer uma análise real de si mesmo, estar constantemente atualizado sobre tudo que ocorre a sua volta, principalmente no seu ramo de atividade.
A reflexão sobre a sua importância como pessoa, profissional, pai de família, mãe, adolescente, etc., dentre outras condições é fundamental, principalmente por saber que outras pessoas dependem de você e sempre estarão esperando o melhor de cada um de nós.
Por isso é necessário termos sempre o controle da situação. Nunca esperar nada dos governos, da economia, dos patrões. Nós é que somos a energia que canaliza tudo o que vem até nós. Conhecer a si mesmo é uma poderosa ação para a motivação e o sucesso.
Como diz um velho ditado milenar... “Não há vento favorável para quem não sabe para onde está indo”.
Você... Sabe o que quer?...
Um bom começo é reconhecermos aquilo que nos realiza, aquilo que nos dá satisfação.
Rever conceitos e opiniões sobre certos assuntos também é necessário para enfrentar e promover mudanças satisfatórias em nossas vidas.
Transformar uma vida comum numa vida de êxito começa exatamente com a mudança dentro de nós e isto nos fará fortes para enfrentar as adversidades.
Eis o momento de preparar nosso espírito para os novos desafios. O tempo de mudanças chegou. Comece você mesmo a fazer a sua mudança. Transforme as dificuldades em oportunidades.
O nosso futuro é o retrato do que escolhermos agora, no presente.

concordo c/ Carlos gostei da materia e postei aqui pra vcs lerem!
beiiijoosss

sábado, 2 de janeiro de 2010

já é Ano Novo, outra vez...


E quando chega, é sempre pleno de esperanças. Espera-se o ano novo para começar vida nova, para estabelecer novas metas de vida, propósitos renovados para tantas coisas...
É comum as pessoas elaborarem suas listas de bons propósitos para o novo ano.
Mesmo sabendo que o tempo somente existe em função dos movimentos estabelecidos pelo planeta em que nos encontramos, é interessante essa movimentação individual, toda vez que o novo período convencional de um ano reinicia.
Mas, falando de lista de bons propósitos, já se deu conta que quase sempre esquecemos o que listamos.
Alguns até esquecemos onde guardamos a tal lista, o que atesta da pouca disposição em perseguir os itens elencados.
Ano novo deve ter um significado especial.
Embora o tempo seja sempre o mesmo, essa convenção se reveste de importância na medida em que, nos condicionando ao início de uma etapa diferente, renovada, sintamo-nos emulados a uma renovação.
Renovação de hábitos, de atitudes, como estar mais com a família, reorganizando as horas do trabalho profissional.
Importar-se mais com os filhos, lembrando-se de não somente indagar se já fez a lição, mas participar, olhando, lendo as observações feitas pelos professores nos cadernos, interessando-se pelos conteúdos disciplinares.
Sair mais com as crianças. Não somente para passeios como a praia, a viagem de férias.
Mas, no dia a dia, um momento para um lanche e uma conversa, uma saída para deliciar-se com um sorvete.
Outros para só ficar olhando a carinha lambuzada de chocolate, literalmente afundando-se na taça de sorvete.
Outros mais longos para acompanhar o passo vacilante de quem está aprendendo a andar.
Uma tarde para um papo com os que já estão preparando a mochila para se retirar do cenário desta vida, quem sabe, nos próximos meses.
Isto é viver ANO NOVO. Sair com amigos, abraçar amigos, sorrir pelo simples prazer de sorrir.
Trocar e-mails afetuosos, não somente os corriqueiros que envolvam decisões e finanças. Usar o telefone para dar um olá, desejar boa viagem, feliz aniversário!
Bom, você também pode fazer propósitos de comer menos doces ou diminuir os carboidratos da sua dieta, visando melhor condição de vida ou simplesmente adequar seu peso.
Também pode pensar em mudar o visual. Quem sabe modificar o corte de cabelo, tentar pentear para outro lado, fazer uma visita ao dentista.
E é claro, um bom check-up, porque cuidar da saúde é essencial.
Bom mesmo é não esquecer de formular propósitos para sua alma.
Assim, acrescente na lista: estudar mais, ler mais, entender mais o outro, devotar-se a um trabalho voluntário, servir a alguém com alegria e bom ânimo.
Com certeza cada um terá outros muitos itens a serem acrescentados à lista.
Até mesmo coisas simples como alterar os roteiros de idas e vindas do trabalho-lar-escola.
Ou coisas mais complicadas, como dispor-se a pensar um pouco no outro e não exclusivamente em si, no relacionamento a dois.
Imprescindível, no entanto, é que você coloque a lista à vista, para olhar muitas vezes, durante todo o novo ano.
Importante que se lembre de lê-la, para ir acompanhando o que já conseguiu e onde ou em que ainda precisa investir mais, insistindo, até a vitória.
Seja este ANO NOVO o ano de concretas realizações na sua vida!

Tenham dias de muita paz

Feliz ano novo a todos os amigos, aos visitantes aos aos seguidores e admiradores de Blogs
Que não desistamos de nem um projeto no meio do caminho.